domingo, 17 de maio de 2009

sou assim

É incrivél como todos parecem se meter com as nossas vidas. Parece, que sempre aparece alguém pra te dizer como se tem que fazer e pior tem que ser de acordo com "as regras" digamos pré estabelecida por uma sociedade nada justa.
Se eu estivesse com uma amiga digamos mais depressiva que ela diria " quem disse que o mundo é justo", nestas atuais circusâncias eu teria que concordar com ela.
Viviemos em país em que a nossa constituição diz que somos todos iguais perante a lei. E as pessoas não deiaxam que você seja da forma que você é . Sempre pré estabelece coisas para serem seguidas e todos têm que cumpri-lás.
As pessoas são estranhas e de vez enquando fazem coisas mais estranhas ainda. Ao mesmo tempo que irá existir uma pessoa que te trata com despreso e preconceito haverá um que te trata com carinho e sem nenhum preconceito ( estas sempre aparenta pra gente que já a conhecemos a muito tempo).
O ser humano precisa estudar muito mais filosofia pra ver se aprende a ser um pouquinho mais ético. Eu prometo que vou tentar!!!

terça-feira, 12 de maio de 2009



92 dias

Não foi a falta de tempo e o acaso que me fizeram ficar ausente deste blog, confesso. A ‘parada’ –ando conversando muito com o João Vitor- é que ando sem “tesão” pelas palavras. Sabe como é?! Aí resolvi tirar umas férias.


Por mais que eu esteja descansado, devido às férias, continuo sem o “tesão pelas palavras, e sufocado com o tédio. Será que estou morrendo?


Outro dia li uma frase que me chamou atenção: “Quanto mais pensamos na morte, mais a nossa vida desaparece”. Legal, não é?! Está certo que existe “n” frases que tem o mesmo sentido dessa, porém, nenhuma delas estava comigo na hora exata. Este foi o diferencial.


E assim foram esses 92 dias, À procura da hora exata... De Voltar?


Sem mais...