quarta-feira, 11 de março de 2009

Novo Corte De Cabelo


Há alguns paradoxos musicais que tenho um certo interesse. Entre todos os existentes, este post será voltado às mudanças. Se houver uma unanimidade entre todos os críticos é que fazer um disco igual ao anterior é ruim, porém pior ainda é ter uma mudança trágica.

Lembro de quando o Simple Plan lançou o terceiro disco cheio de baladas eletrônicas e não agradou nem aos tradicionais fãs e aos críticos. Para ser mais recente, cito o Peter Doherty que acabou de ter seu disco vazado na internet e não houve faixas de boas-vindas.

Outra pessoa que caiu no conceito de que nem toda mudança é recebida de braços abertos foi a Kelly Clarkson. A ex-rebelde do rock, quando se abriu ao pop, o mesmo parece ter virado as costas.

Mas quem pensa que produto em conserva é bom se engana. As fórmulas do AC/DC são as mesmas e muitos críticos rejeitam a falta de inovação da banda. Várias bandas da cena independente ao lançarem o seus discos foram bastante criticadas, entre elas temos o Hard-Fi e o Bloc Party.

O fato é que entre o medo de mudança e o de se arriscar. Muitos acabam se acovardando e o que vale nessas horas, não são críticos, mas a sabedoria popular, afinal, quem não se arrisca, não petisca.

Nenhum comentário: