sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Amor sem Idade

Por Pedro Junior

Hoje ao refletir sobre a palavra Felicidade
E a sua definição me lembrei de você;
Pois ao seu lado sei que sou verdadeiramente feliz

E também a necessidade de lhe relembrar
Que o meu Amor não se prende a faixa etária, demarcações
Banais sobre o tempo, diferenças, preconceitos...

Demarcar idade para o Amor é no mínimo retículo
Sinta e receba o Amor que lhe dou, ele é sincero e eterno
Pelo menos se arrisque, tente saber como podemos ser...

Se permita, abra seu coração e me receba; pois eu já te acolhi dentro do meu.
Deixe que o Amor é capaz de transformar tudo.
Venha sem medo de ser feliz, seremos feliz!
Ou melhor; já somos, só depende de você para que continuemos a ser

Não me deixa as traças como um mendigo
A esmola que peço é o seu Amor, carinhos, respeito...
Não vamos deixar essa "onda" de idade atrapalhar
Vejo idade nas palavras mais belas do mundo como:

Afinidade
Sensibilidade
Prosperidade
Cumplicidade
Fidelidade
Proximidade
Consaguinidade
Maturidade
Reciprocidade
Felicidade

Não deixe a nossa felicidade passar, por uma bobagem de achar que o Amor tem idade.
Sou o que sou porque faço de meus sonhos as minhas verdades e de meus pesadelos a minha coragem (Pedro Júnior)
Se você era um sonho agora é a minha Verdade...

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Coluna Social?


Não gosto de pagar de coluna social, por motivos particulares que não vem ao caso, mas falar da vida alheia é algo que me incomoda. Essa semana aconteceu algo fora dos padrões com uma artista e que merece destaque, por isso, aviso logo que se esse post ficar meio parecido com o Ego, me desculpa.

O fato foi que Rihanna apanhou do namorado, Chris Brown. Os dois são cantores, fazem sucesso e seus rostos estão estampados em qualquer revista, portanto, o caso virou assunto público.

Não tenho nada haver com a agressão e nem vou me posicionar perante o fato. A questão que estou levantando é: cantor pode ter privacidade?

Nossos pais provavelmente dirão que não, que cantor serve para ser exemplo e estão acostumados com o tempo de que música com palavrão nem pensar. Hoje isso não cabe nos padrões, se todas as músicas fossem levadas a sério, o mundo já teria se lascado a muito tempo.

Então, se a música não serve de exemplo, a vida pessoal poderia? De que adiantaria você ficar sabendo que Rihanna teve de cancelar dois shows por causa das agressões do namorado? Digo que não mudaria muito, talvez inspirasse uma mulher que apanha do marido a denunciá-lo.

Mas é puritanismo demais acreditar que exemplos mudam a vida. Caso mudassem, coitadas das nossas crianças que, ou andariam sem calçinha ou bateriam na "amada".

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009



A Receita

Entre eventos, R.H. e marketing pessoal


Aprendi cedo que há sempre alguém que se interesse pelas coisas que fazemos, mesmo que nós não percebamos, e que as mesmas sempre afetam alguém de forma demasiadamente boa ou ruim. Então poderia eu começar este texto com uma frase motivadora, dessas tipo auto-ajuda. Mas não tenho muitas certezas acerca da interpretação coletiva, então prefiro começar com um pensamento de minha autoria: Pensar sem agir é viver sem sorrir.

Quantas vezes nos deparamos em meio a situações difíceis onde a solução parece inexistente? Quantas vezes estamos no fundo do poço, e parece que há um peso em nossas costas que nos coloca ainda mais para baixo? Quantas vezes o caminho errado pareceu o mais certo? Quantas vezes pensamos: “viver ou não viver... Eis a questão?” Quantas, quantas, quantas...

Diversos são os momentos que nos deparamos com situações assim ou semelhantes, não é? Alguns chegam a dizer que a vida é difícil. Mas comparada a quê?

No filme “À procura da felicidade”, Chris Gardner, representado por Will Smith, pode ser considerado um ser inteligente e ousado na medida certa, que está à procura do seu próprio espaço e respeito e que não liga para os moldes criados sabe-se lá por quem, mas que são seguidos, quase a risca, por grande parte da sociedade. Característica importante para todos os bons profissionais, e ainda mais para os que lidam diretamente com pessoas.

No começo do drama ele segue o seu instinto e investe todo o dinheiro da sua família em scanners portáteis para ossos. “A máquina revolucionária” segundo ele. Infelizmente o negócio não dá certo, e as dificuldades financeiras bem como a necessidade da sua esposa ter que trabalhar dois ou até mesmo três turnos para “corrigir” o erro do seu marido, levam ao fim da confiança que ela depositava em Chris, e consequentemente ao fim do casamento.

Já dizia Drummond que “a confiança é um ato de fé, e está dispensa o raciocínio”. Mas e a autoconfiança, hein? Qualidade está indispensável a todo profissional, e que está diretamente ligada ao nosso marketing pessoal. Ter autoconfiança é fundamental para nos vendermos com maior facilidade, e a sinceridade conosco mesmo é importante. Claro que nos momentos de crise, fica mais difícil. Porém Chris não deixou se abater em momento algum, reconheceu que a culpa dos problemas era dele e correu atrás de uma solução. Coisa que hoje em dia não é comum acontecer, a maioria das pessoas tem o costume de colocar a culpa nos outros, no produto, ou em qualquer coisa que possa servir de desculpa para o seu despreparo para lidar com situações diversas. Fica evidente no filme que para o nosso marketing pessoal funcionar, temos quer ser, acima de tudo, sinceros conosco mesmo.

Mas apenas isso não basta. O Recursos Humanos nos demonstra que temos que “dançar conforme a música”, estar sempre impecável, limpo, bem arrumado e firme. Podemos estar passando pelos piores problemas possíveis, mas isso não pode afetar o nosso trabalho.

No filme, o Chris consegue uma vaga para estágio não remunerado e as dificuldades da sua vida aumentam. Ao final do estágio que concorriam 20 pessoas apenas uma seria contratada. Chris tinha certeza que seria ele, pois conhecia o seu potencial. Mesmo tendo perdido a sua esposa, o seu apartamento, e tendo que cuidar do seu filho com pouquíssimo dinheiro, em momento algum ele deixou isso transparecer em seu trabalho, o equilíbrio emocional demonstrado foi imenso, e enfim ele conseguiu o emprego. Ele sabia bem como chegou lá.

O filme demonstra que para atingir o sucesso temos que superar os nossos limites, e ajudar os outros quando precisam, não necessariamente esperando algo em troca.

Parece até que somos auto-suficientes, não? Mas será que somos tão auto-suficientes assim? Sempre que Chris precisou alguém o ajudou, mesmo que esse alguém não percebesse. O cara da Ferrari, o scanner revolucionário, etc. essas ajudas nem sempre foram tangíveis, mas ele soube como tirar um aprendizado de todas as coisas boas ou ruins que o afetavam. Um sorriso desinteressado de alguém desconhecido em momento que estamos mal, já nos ajuda a ficar melhor, não é? Mas como não culpar o mundo dos nossos problemas? Geralmente agimos assim, achamos que todos são culpados dos nossos problemas, e perdemos boas chances de ficarmos melhores, e aprender algo.

A renovação é outro ponto forte que é discutido no filme. Chris sempre renovava a sua forma de venda, com isso consegue bons resultados. A mesmice leva ao comodismo, que por sua vez nos leva ao fracasso. É só uma questão de tempo.

Há também uma cena em que ele liga para agradecer o seu cliente, isso estreita os laços e possivelmente o seu cliente o indicara para outros e como uma bola de neve seu faturamento melhorará. Mas isso não adianta se o nosso produto não tiver qualidade, e sempre estar entre os melhores, ou ser o melhor.

Todas essas características acima são importantes para um profissional de eventos. O mesmo não pode, em momento algum, não acreditar em si e trabalhar muito para que tudo saia perfeito. Nem sempre a perfeição será possível, mas o evento tem que estar próximo dela. O trabalho em equipe é imprescindível, pois ninguém faz nada sozinho

Enfim, no filme fica muito evidente que é fundamental refletirmos sobre a vida, nos conhecermos e desenvolvermos paciência, autoconfiança, agilidade, equilíbrio emocional, etc. mas não apenas, é importante agir. Ficar esperando que o sucesso venha a nós não é o caminho certo, pois dificilmente ele vira. É importante que sejamos o melhor em tudo, que não fiquemos restritos ao nosso mundo; temos que estar sempre nos atualizando, pois o nosso mundo se abre quando descobrimos novas possibilidades. Temos sempre que ser inteligentes e ousados na medida certa, ter a consciência de que cada dia é uma batalha diferente, e as experiências vão se tornando os nossos escudos. O marketing pessoal e o RH têm que ser trabalhados juntos – como foi demonstrado pelo Chris no filme – para que sejamos um ótimo profissional de eventos, ou em qualquer outra área. Tudo que conquistamos, depende muito mais de nós do que da sorte ou de Deus. Os ingredientes foram dados, a receita você desenvolve.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Dois eventos importantes

1º EVENTO


Esta acontecendo desde da semana passada "A mostra Visionários - Audiovisual na América Latina, no Auditório do CineSesc Arsenal. Dias: 5, 6, 7, 12, 13 e 14 de fevereiro. Horário: 19h e 20h30." Entrada franca. Fone: 3616-6941.



2º EVENTO


Acontece nesta terça-feira dia 10 de fevereiro a 2ª edição do "Bazar do Morro da Caixa d'água velha". Evento importantíssimo para a movimentação Atítica em Mato Grosso. Esta é uma excelente iniciativa e deveria ser repetida frequêntemente.





quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Poema de um Louco

Era meia-noite e o Sol brilhava no horizonte
Um negro careca penteava sua linda cabeleira loira com um pente sem dentes
Pertinho dali, a 100 mil milhas de distância
Enquanto um cego analfabeto lia um jornal
Sem letras, de ponta cabeça

Um surdo-mudo sentado em pé em uma pedra de madeira feita de barro dizia:
A vida é como uma canoa, que navega de cabeça pra baixo nas ondas de um poço sem água.
Enquanto isso, na sua direia ao lado esquerdo um jacaré voava nadando devagar em alta velocidade

As vacas pulavam de galho em galho a procura de seus ninhos em rítmo de Yê-Yê-Yê
Os passarinhos pastavam o capim que nascia no asfalto.
No outro lado da cidade, em um bosque sem árvores, um elefante descansava
Aliviadamente apavorado, debaixo da sombra de um couve sem folha

Os animais observavam, de olhos fechados, uma mulher gritando baixo em voz alta:
Prefiro me matar, do que perder a vida!

Os quatro profetas,eram três: Moisés e José
O mundo era uma bola quadrada,que girava em torno da lua.
...
Poema escrito por um leitor de jornais analfabeto e cego.
...

"Loucura é apenas uma forma sinceramente subjetiva de se ver as coisas"
Arthur F. Farias

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

O Último Dos Bons Sites

Se tem um site que está com um público cada vez maior é o Last FM. Um site de parada obrigatória para qualquer fanático por música, ou para quem só gosta. Além do serviço de mensagens, já presente no Orkut. O Last FM trás um dispositivo que fica no seu computador e, toda vez que você ouve uma música ela é contabilizada no site.

Além do aplicativo citado, todo usuário possui uma espécie de blog particular. Não é uma das maravilhas que você pode deixar a sua cara, mas tem lá sua utilidade. O site também conta com um aplicativo onde pode se ouvir alguma das música preferidas do seu amigo.

Mas a grande utilidade do site é descobrir bandas novas. Algumas que tem um estilo parecido com o teu e outras apostas que tem de ser ouvidas. O site vem se tornado um sucesso para quem gosta do assunto, quer ouvir coisas novas ou simplesmente, criar um novo perfil na net.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Pensar sem agir é viver sem sorrir


Uma das coisas que mais me orgulha é ser diferente. Não diferente no sentido de apenas não ser igual, pois numa análise simples, não poderia eu ser considerado tão diferente assim. Anatomicamente sou normal, mentalmente racional, mas sentimentalmente...


Digo isso porque tenho visto tanta ignorância por aí, tanta falta de paciência e intolerância mesmo. O caos se tornou normal, o banal é ser racional ante a situação caótica que têm provocado essa anomalia persistente, mas que para alguns não é tão evidente. Serão eles os seres positivistas?


Tenho sérias dúvidas com relação aos positivistas¹, alguns se prendem tanto ao pensar positivo que se esquece que pensar sem agir é viver sem sorrir, e se tornam os ressentidos passivos. Mas qual é a utilidade de um ressentido passivo, hein?! Reclamar das coisas sem dar uma solução? Agir como um rebelde sem causa? Virar EmÓò [risadas], ou apenas ser o dito normal?


Há uma grande epidemia entre nós, uma epidemia que age de forma silenciosa e faz mais vítimas a cada dia que passa: o preconceito ao diferente. Nos acostumamos tanto a viver de forma “padrão” – por mais que tenhamos nossas particularidades – que quando nos deparamos com algo fora do comum nos assustamos.


Isso foi o que aconteceu comigo esses dias. Um deficiente visual tentava atravessar uma av. movimentada aqui na minha cidade, várias pessoas viram o “desafio” daquele senhor, mas ninguém quis ajudá-lo. Me ofereci para ajudar, e ele aceitou. Após atravessarmos a av. ele me agradeceu e se foi. Todos ficaram me olhando, como se eu fosse alguém diferente deles, uma moça com seus 22 anos veio a mim e me disse que queria ter ajudado-o, mas ficou com “medo”. “n” coisas passaram pela minha cabeça, mas apenas disse que ela era uma ressentida passiva e que “Pensar sem agir é viver sem sorrir”.


Abraços


1 – Usando a definição dos que acreditam que ser positivista é apenas pensar positivo, ser otimistas, e fazer coisas boas.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Princípio

Há uma semana quando decidi fazer esta coluna comecei a rabiscar um esboço sobre um milhão de coisas que escreveria e o que comentaria aqui no fim olhei para aquele monte de palavras e vi que tinha esquecido uma de minhas principais filosofias de vida “as idéias mais geniais estão nas coisas mais simples da vida” então deletei tudo aquilo e decidi fazer um link. Não tem coisa mais simples que isso e dispenso apresentações e vamos ao que interessa. Como esta é a primeira vamos falar de “Princípio”.

Princípio

Em uma definição rápida o Aurélio diz “substantivo masculino 1. Momento ou local ou trecho em que algo tem origem. 2. Causa primária; origem. 3. Preceito; regra”.

Internet

Numa pesquisa no site Google princípio aparece aproximadamente 68.600.000 resultados.

RELIGIOSO

“no princípio, Deus Criou o céu e a terra” (Gênesis cap. 1 v.1)

Poético

“no princípio era sol sol sol” Raul Bopp

Música

“No princípio era o verbo,a palavra e depois a rima” (DA WEASEL)

“O principio da nada chegou”  (replicantes)
 
Psicologia
 

Freud diz “no princípio era a ação”.

Princípio ativo

Princípio ativo é a substância que deverá exercer efeito farmacológico. Um medicamento, alimento ou planta pode ter diversas substâncias em sua composição, porém somente uma ou algumas destas conseguirão ter ação no organismo. (Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.)

Livros

ALEM DO PRINCIPIO DO PRAZER - PSICOLOGIA DE GRUPO E OUTROS TRABALHOS (FREUD, SIGMUND)

DE VOLTA AO PRINCIPIO (LAN, DONG YU)