terça-feira, 2 de dezembro de 2008

TEMPO DE BRINCAR



Percorro o tempo com sutileza
Encontro-te frente ao mar
Resguardando sua beleza
Pura
Como o sol leve da manhã
Perigosa
Como o gosto da maçã
Tentadora
Como seu olhar de menina moça
Vendo-me pelos rastros do vento
Apenas brincando...
Com o tempo

2 comentários:

Diego disse...

Beloo poema.....

é esse tempooo que é SEMPRE curto...

palavraacida disse...

Ai cara eu tenho um selo pra ti.

Segue o link ai:

http://palavraacida.blogspot.com/2008/12/sempre-atrasado.html

Parabéns!