sábado, 1 de novembro de 2008


Coisas simples e belas

Da minha janela vejo o pôr-do-sol, aprecio a variedade dos tons de vermelho invadindo o branco das nuvens, a luz do dia vai cedendo lugar ao brilho das estrelas e lá em um canto do céu um bando de pássaros se recolhe. Vejo pessoas apressadas pelas ruas sem reparar em mais um anoitecer.
É tão gostoso admirar essas coisas simples do cotidiano, sentir a pureza no olhar de uma criança, receber um abraço de quem me quer bem, reconhecer o amor que meus familiares têm por mim, encontrar um amigo e ter aquela conversa ou simplesmente regozijar-me com sua presença, acordar – ver o dia ensolarado - e saborear uma boa xícara de café.
Acredito que deveríamos frear um pouco essa correria frenética do “ter”, do “conquistar”, diminuir o passo apressado para observar melhor a beleza discreta das coisas simples da vida, nos preocupar também em “sentir”, captar com o coração a magnitude de quase tudo que os olhos vêem, que os sentidos percebem...



Daniel A. S.

17 comentários:

DuDu Magalhães disse...

Cada vez torna-se mais complicado contemplar a verdadeira vida, os detalhes de um dia comum, que se tornou... In-Comum!

Belo Post!

Leo Pinheiro disse...

Eu que já não sou assim, muito de ganhar...

Bem, o reto vc sabe, hermano! Abç

Mr. Rickes disse...

Esse detalhes que chamo de felicidade. Muitas pessoas confundem a euforia que encontram no fundo de um copo, ou na ponta de um cigarro, ou na batida frenética de uma música, ou até mesmo no riso debochado que escapa quando temos um momento de superioridade as outras pessoas; com felicidade.
Para mim a felicidade é feita desses pequenos momentos. Momentos alegres onde rimos por rir e sentimos uma pazz de espirito por não estar cobrando do mundo nada em troca.

0/

RodrigO [OsBunitãO] disse...

Maravilhoso o texto... Como seria bom se todos nós esquecessemos o ter, o ser e usassemos mais o sentir...

Pedro Junior disse...

Detalhes fazem td diferença já diz a música, bom as coisas belas estão sendo cada vez menos deixadas de lado, talvez pelo corredia do dia-a-dia ou "simplesmente" pela evolução que faz que os detalhes fique cada vez menos ao nosso ver


ótimo Texto!

Mme. Mean disse...

Engraçado, hoje fiz um post no SE que acaba levando a essa reflexão, ao fato de que já não valorizamos mais as verdadeiras riquezas da vida. Ótimo texto!

Marcelo disse...

Mas pe tão difícil ter uma vida mais vida...
Tudo pesa. As contas, as horas, os dias, os compromissos, o trânsito, os jornais, a bolsa, o banco.. e tudo fica cheio de número.
Tenho batalhado para encher de por-do-sol minha vida, mas é uma luta tão difícil quanto a de pagar as contas..

Por via das dúvidas.... ouço Epitáfio dos Titãs pelo menos uma vez por dia...
rs

Abraços

*Lainee ! disse...

Otimo texto !!

deviamos pensar mais na vida pra dar mais valor !

muito bom msm

Netinho disse...

Parabéns pelo post rapaz, e é isso mesmo, deveríamos dedicar muito mais tempo às coisas simples da vida, pois no final são elas que fazem toda diferença!

Muito bom

Comenta lá no meu blog depois

http://netinho85.blogspot.com/

Abraço!

Fábio Flora disse...

Também acho muito saudável parar de vez em quando e apenas "ver a vida passar". Abraços!

Flá Romani disse...

Lindo texto.... faz pensar sobre a vida.... simples e perfeito

vinicius disse...

Mt bom o texto!
Deveriamos usar mais o sentir

abraços


http://www.som10.blogspot.com

Kacau disse...

Gostaria de ter tempo para poder comtemplar a vida dessa forma.É bem relaxante.

http://messnatural.blogspot.com/

Isabele ♪ disse...

Sabe uma coisa que estou loooooooooooouca pra fazer?

Tomar banho de chuva!!!!

Obrigada pelo seu comentário e volte sempre que quiser. abraços.

Kacau disse...

é Pedro o mundo virou uma roda gigante que não para, tem horas que a gente tem vontade de gritar"para tudo que eu quero descer", mas ai tem pessoas que dependem de vc e ai??bj

http://messnatural.blogspot.com/

greatdj disse...

É engraçado como a vida de hoje não é vivida.
Só estamos de passagem e mesmo assim aproveitamos a vida.

Anônimo disse...

Mt interessante seu texto...
gostei msm dele... espero q os outros sejam parecidos c este...
Kleber São Paulo