sábado, 8 de novembro de 2008

Ausência


Ao Longo de minha vida pude observar que a maioria das pessoas a quem nos afeiçoamos normalmente não permanecem conosco por longos e duradouros anos, o melhor amigo de infância cede lugar ao da adolescência, que por sua vez acaba deixando a vaga aberta. Os amores que chegam ao fim também deixam certo vazio a ser preenchido pela próxima paixão. A amizade não deixa de ser amizade, assim como o amor não deixa de ser amor, apenas perde um pouco da intensidade, da cumplicidade.
Acredito que cada uma dessas pessoas, seja o grande amigo de nossa adolescência ou um ex-amor são fundamentais para aquela fase de nossa vida, para nosso desenvolvimento. Algumas pessoas se afastam um pouco, seja por que mudaram de cidade, ou por viverem muito ocupadas com suas tarefas diárias, mas sempre deixam algo, lembranças de momentos felizes, conselhos e ensinamentos. O carinho que elas nos dedicaram fica na memória fazendo com que esse laço afetivo nunca se desfaça completamente.
Nenhum tipo de sentimento se extingue totalmente, as amizades e os amores que conservamos em nossos corações são assim, às vezes mudam um pouco, mas não perdem sua essência.


Daniel A. S.

4 comentários:

Trujillo disse...

Quando nos adapamos as mudancas, tudo fica bem mais facil. Aprendmos a viver com leveza. Bom texto.
Abrcs

Arnaldo Reis Trindade disse...

Belo texto, parabens Daniel, estive a pensar nestes sentimentos, nessa ausência estes dias, já que os meus melhores e piores amigos estão distantes de mim ja por um bom tempo e por mais que as vezes esqueçamos deles, sempre a um momento em que nossos corações, algumas vezes em sonhos, relembram as pessoas que por mais que ainda estejam por aí, de alguma forma saíram de nossas vidas.

Abraço

Pedro Junior disse...

Olá, é importante tentar se acostumar com situações assim, faz parte do processo de evolução das pessoas. Acredito que de uma forma ou de outra dos amigos as pessoas que amamos estarão sempre conosco, independente de distancia e tals. As boas lembranças são guardadas no mais intimo de nossa alma e qndo sentimos saudade é só ir lá e "pegar" nesse nosso arquivo pessoa.

ótimo texto
Abraços

Levi Ventura disse...

Passa lá em meu blog que tem um selo pra você