sábado, 20 de setembro de 2008

O troco!

Loira que me chamou
Perdido em meus pensamentos quase não percebi que era comigo
Não era possível ser comigo
Era tom linda, maravilhosa.
Pele branca, olhos cor de mel, um sorriso lindo, cabelos sedosos, bocas...
Era perfeita, mas não podia ser comigo.
– Hei moço nossa esta um calor, me da uma carona ate a escola RS.
Carro eu não tinha, triste fiquei a olhar, mas juntos a caminhar.
Por alguns instantes achei que era um sonho
Alguns dias eu fitava ela, e não era correspondido
Era a menina mais admirada de toda a escola
Os homens tinham torcicolo ao admirar a sua beleza
E eu, um mero mortal estava ouvindo suavemente sua voz.
Com sotaque de gaúcha, era fascinante.
Por alguns segundos achei que aquilo era o mais perfeito sonho
Mas logo tratei de emendar um assunto
E conversamos por aproximadamente 3 minutos.

Era algo inexplicável estava completamente sem reação diante da situação
Como poderia alguém feio, como eu estar a conversar com uma princesa como ela?
Talvez o destino esteja a escrever um futuro maravilhoso para mim
Espero que sim!
Agora aguardo ansioso a segunda-feira
Será que ela vai-me complementar?
Será que ela vai conversar comigo?
Será que vai lembrar que conversou comigo 3 minutos a dois dias atrás?
São tantas as interrogações mais o que sei
É que esse dia foi um dos mais surpreendentes da minha vida
Agora é só aguardar

Segunda feira chegou e consigo a triste ilusão de não ser correspondido
Ela passou por mim linda como um foguete deixou apenas o rastro de seu perfume
Que por sua vez era doce como o amor!
Triste de mim que fiquei a pensar
Por dias que quando a vê-se
Poderíamos conversar
Engano meu, caso do destino não se fez.
Perdido em decepção eu fiquei
Na ânsia de um dia ao contrario acontecer
Ao passar ao seu lado tu me admirares
Em meus braços implorar a esta, um beijo meu suplicara para eu lhe dar.
Então sentiria o que senti
E doído ser rejeitado e ignorado como fui

Mas hoje passado alguns anos eu a vi, linda como nunca
Ao seu lado eu parei, dentro de um carro do ano a chamei.
Um sorriso como nunca ela abriu
Entrou e um dia a minha previsão aconteceu
Noites em claros eu passei
Fome, e dor também para que pudesse estar onde estava.
E poder escolher como a escolhi e
Não precisar esperar para ser escolhido
Ódio naquele dia eu senti
O fogo que me consumia por anos foi apagado
Junto com o fogo dela por incrível que parece ser!
Amamos-nos por dias
E quando ela me acordou a falei
Tu um dia me renegaste por não ter o que tenho
Por não possuir o luxo que hoje possuo
Quero que vós saibais que fizeste uma paixão despertar
Por anos, noites fiquei a chorar
E tu apenas a me renegar
Vadia tu és
Pois amor fez em mim despertar e depois fugiste sem ao piores explicar
"Agora quero que tu vais, pois nada te poderei te dar.
Se não a magoa de me veres eternamente triste".
Chorando ela saiu e dor também passou a sentir
Ela soube como é a dor da rejeição O troco ela levou...

E assim o tempo passou
Sol e lua
Estrelas guias
Guiaram-me para o verdadeiro amor
E hoje sinto o perfume do amor
Como realmente deve ser sentido
De corpo e alma...

Por Pedro Junior


32 comentários:

Nana Lopes disse...

Que troco bem dado!!

Marcus Vinícius disse...

Muito bem descrito toda a trajetória desse romance, se podemos assim chamá-lo, ele ilustra situações e história comuns a muitos de nós que se deparam com loiras, morenas, ruivas, mulatas, etc... que por ai passam e nos deixam na memória o rastro de um perfume carregado de sensualidade e elementos adicionais a imaginação. Mas vai além, tem a realização e decepção, como se a poesia estivesse dividida tal como uma peça em três atos, uma tragédia moderna, talvez?

Parabéns pelo texto

molly disse...

puxa...sei lá se eu compreendi bem o teu texto...

amando ou se conformando?

Prolixo Lacônico disse...

Vinganca..

Luizichxos DOwnloads disse...

Muito com o texto!

Levi Ventura disse...

Gostei do texto, Tem bastante talento para ser exposto aqui!

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

Cara tem mto mto erro. De tudo. Concordância, acentuação, essa coisa brega de inverter a ordem da frase pra fazer rima em AR ER IR. Mto ruim.

Larissa Guimarães disse...

Oi Pedro ,
retribuindo a visita! obrigada pelos elogios;)


abraços,

Larissa Guimarães

www.larissaguimaraes.com.br

­Kre-a Thor disse...

Texto bem construído.
Passou algo que jovens garotos sentem quando se impressionam com uma mulher/menina bonita.
Com um mínimo de conversa cria esperanças infundadas e se decepciona.
Mas o final ficou ótimo,eu estava esperando ler um final "feliz" que o eu-lirico se sentisse alegre por ter "conquistado" a menina.
Se tivesse uma moto/carro do momento naqueles 3 primeiros minutos de conversa,com certeza teria recebido o "amor" da vadia.
Parabéns.

jcdigital disse...

bem escrito, fiquei empolgado lendo pensando q 'vc' ia pegar a loira, hehehehe

;)

sucesso aew man

Pedro_lima disse...

putz cara....
que texto
foi um belo troco
parabéns

http://a-comitiva.blogspot.com/

Pedro Junior disse...

Olá Paulinho F. bom grato pelas dicas erros deve haver sim, mas é importante salientar q alguns são intencionais caso NÃO tenha PERCEBIDO...

Bom mas de qlqr forma como dizem q a voz do povo, da maioria é o voz de Deus então tá bom!!

Galera valeu pelos elogios e comentários voltem sempre!

Tadeu Aguiar disse...

hahahaha
bem feito pra ela
senao fosse o carro do ano
nem dava bola

http://terradafenix.blogspot.com/

Daniel Leite disse...

Muito bacana o texto! Ainda mais pelo títulos, que nos instiga a saber sua essência. É claro que, como o amigo acima falou, há erros. Mas alguns deles, como você observou, são necessários para o cumprimento das suas intenções.

Até mais!

Daniel Leite disse...

Completando, se quiser visitar um dos meus blogs:

repercutiu.blogspot.com

pordentrodomundodabola.blogspot.com

Márcio Ribeiro disse...

Bom texto! Se vingou direitinho...

http://comideiaseideais.blogspot.com

Miss K disse...

nossa isso eh soh um texto fictício ou vc passou por algo parecido?

PCN disse...

Muito bom... E todo homem já passou por essa de ser renegado, porém nem todo homem deu o mesmo troco...

http://papeisriscados.blogspot.com/

greatdj disse...

Já tinha até me apegado a loira e você a despensa!

O troco pelo menos valeu a pena, espera-se..
pagando com a mesma moeda...

Inho disse...

Isto que é dar o troco

Felipe disse...

Nossa. Muito bem escrito. Uma história ao mesmo tempo triste e feliz. Parabens!

http://mundop-o-p.blogspot.com

Luiz Carlos disse...

Muito bom kra...
muito bem escrito mesmo
que troco,não?!!

Abraço

bob.loco Ah ViDa Eh lOcA mAnO!!! disse...

legal cara
bem feiro pra ela
hehe
essa historia é veridica?

abraços

Antonoly disse...

Uma loira que chama tem que ser sempre atendida... uma morena também rsrsrrsrsrrs.

www.blowgh.wordpress.com

Fabio Bustamante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabio Bustamante disse...

agradeço o comentário lá no meu blog! gostei muito do seu jeito de escrever! no seu caso, a vingança era "necessária"...gostei do que vc escreveu! poderia colocar mais textos assim, pois é legal ler esses "casos da vida"! parabéns pelo blog, e volte sempre lá no FD! se quiser uma troca de links, é só passar lá e responder, ok? abraço

www.futebolediscussoes.blogspot.com

Mentalmorfose disse...

ótimo texto!
belo troco...
o doce sabor da vingança....
shauhsuahsuhauhs


legal o blog =]


=**
Mentalmorfose X

Anônimo disse...

kkkkk legal

nalinhadefundo disse...

belo texto
belo troco nessas mulheres ae
hehe
abraços

Tania Montandon disse...

Que história bonita! Quando a gente amadurece que percebemos a efemeridade da aparência e o ideal que fantasiamos cai por água abaixo.

beijo

Neto disse...

Foi de verdade ou e apenas um conto??

Felipe Martins disse...

Lirismo a flor da pele!

Muito interessante o texto! Adoro história que o protagonista é vingativo. Mas será que ele terminou feliz???

http://fmartins07.blogspot.com/