quinta-feira, 26 de junho de 2008

MAS QUEM SE IMPORTA?



Sinto que os poemas que escrevo
cada pensamento, todos pensando
cada palavra, cada cada...
tudo são apenas fragmentos
do meu "eu" escondido
que tenta viver por ai
fala ao pé do ouvido
mas quem se importa?!

meus pensamentos tem asas
eles sabem voar
eu não tenho assas
mas também sei voar
e sempre vôo em direção da minha liverdade
mas quem se importa?

Se meus poemas só tem sentido pra mim
se alguns digam que são apenas ilusões momentaneas
desejos reprimidos contidos nos meus versos
e se forem... e se não forem...
mas quem se importa?

Apenas escrevo o que sinto
sinto que tenho que escrever pra viver
esse é meu objetivo
talvez algum dia alguem decifre minhas mensagens
mas quem se importa?

posso não estar sempre aqui
mas meus pedasos estarão
minhas palavras são pedasos
são pedasos de mim...
mas quem se importa?

Por DuDu Magalhães
Ps: Os "erros" gramáticas são intencionais, no próximo post explico.

21 comentários:

Blog F1 Trulli disse...

muito bom os versos
apesar d ñ ser o maior fã, achei legal o texto
p.s. vi seu blog la no orkut
Ah! e ta faltando uma citação aí

abração

Dário Souza disse...

Pedaços é com "ç",mas quem se importa ???

Une Petite Femme disse...

os poemas
palavras sentidas
às vezes ruminizadas
às vezes cuspidas
a poesia não te pede nada
nem que você discorde
ou concorde
ela é, somente por ser.

achei ótimo o "quem se importa". aliás, tenho notado que a blogosfera tem se tornado um palco para belos poetas.

bjs

Deleite Crônico disse...

Corrige lá brother... Asas e não assas. Ótimos versos e idéias... favotirado.

Michelli disse...

Olá...
Nossa, me identifiquei muito com o que vc escreveu!!!
Gostei muito mesmo!!!!

Neto Morais disse...

Muito bonito o poema, parabens; agora os caras inves de comentar sobre o post, vem da uma de professor de portugues, mas e assim mesmo. Vlw e boa sorte.

blog disse...

Não explique, cara.
Textos devem ter vida própria, e merecem que a interpretação subjetiva brote.
Se vc explicar, estará retirando do leitor a possibilidade de "ler" o texto por si próprio.

Textos literários não necessitam de explicação.
Abraço.

Fer :) disse...

Os versos que eu escrevo são mesmo de um "eu" escondido, um "eu" que quando eu deito, eu penso em ser, eu sei voar e não preciso de asas, sei voar quando fecho meus olhos, e ... quem se importa ?

Fer :) disse...

Ps: o que o "blog" falo é verdade (:, não explique o seu texto, pois quando o leitor lê, ele aplica a si própio, não deve ter explicação :)

isabelafbraga disse...

Sempre quando escrevo um poema sozinha no quarto pensando, eu percebo que ninguem que ler aquilo vai saber o que se passa na minha vida e mesmo se soubessem essas pessoas não estão nem aí, só querem ler e comentar qualquer coisa...¬¬

disse...

Os erros gramaticais são 'licenças poéticas'
Parabens

abço

Henryy Never disse...

Até ano passado eu escrevia muitos poemas ... seja pra redação na escola ou para passar o tempo.

Hoje em dia eu nemtô escrevendo muito , e quando li esse seu , deu vontade de fazer um agora .. rs

Parabéns

caio arroyo disse...

Nao explique, melhor coisa que voce faz é deixar que cada leitor tenha sua visão do texto e se identifique do jeito que gostar. E verdadeiro sentido so voce sabera

Lya Lopes disse...

Tenho uma estranha ligação com o que escrevo, mas quase nunca tem importância para alguém mais.

Daniel Augusto disse...

"pedasos"...que susto...ainda em que são propositais....deu até uma dorzinha no coração...huauahhua....

super introspectivo...

continue atrás da poesias...


^^"

bye

Hugo disse...

aouhouaauoh
Então tá.. vamso aguardar o próximo capítulo pra descobrir o por que da gramática!
Mto bom o poema...
Parabéns!

www.blogdohugo.com

Kamila F. disse...

Muito legal o poema, bem escrito(apesar dos erros), mas como vc mesmo disse tem uma explicação.

Parabéns ^^

Mp3filmesgratis.com disse...

www.mp3filmesgratis.com
www.mp3filmesgratis.com
www.mp3filmesgratis.com

Gostei do POST hein!!!

Achei o seu BLOG bem interessante... e queria lhe porpôr uma parceria. Se estiver afim de fazer trocar banners com o meu blog... estou a disposição!!!

Aproveitar para convidar seus leitores para visitarem o MP3FILMESGRATIS.COM

abrçs.

Niltinho disse...

Adoro poesia em blogs, e sempre fui um fã de blogs multi-autores, apesar de nunca ter chance de participar de um.

Parabéns.

Um grande abraço.

Blog do Niltinho 2.0

Dantas. disse...

tbm escrevo poemas.E essa eh a grande duvida do escritor né:"alguém se importa com o q escrevo?".."alguém entende o q quero dizer"?
acho q sempre tem alguém q pensa como vc,e encontra em vc o que realmente tava querendo expressar.
o blog tá massa!

*.*Allegr!a*.* disse...

Se escrever poema dependesse de explicar, os poetas estavriam perdidos!
Quem escreve sente, e quem entende não precisa necessariamente ler as linhas expostas, pra se identificar!
Nada importa...

Ninguém se importa!
Seja dono de suas palavras, e quem não quiser que abra os olhos prum mundo menor.

beijo