sábado, 7 de junho de 2008

dos sonhos


Certos sonhos há que me dizem
Que de tudo um dia
Pouco há que fica

Nem cores, frutos ou rumores
Mas apenas reflexos emaranhados



De emoções e sensações

Nada, porém, lembrado


Apenas o compartilhado

O construído na eterna luta

Do humano com a falta


por:Tania Montantadon



5 comentários:

DuDu Magalhães disse...

Nas fadigas de minha vida deixei as cores me alimentarem em torno do seu pincel.

No inicio formaram dobraduras e na parte travessa me fizeram de verde, e na vértice com cores mais vivas, trazendo no seu centro uma tonalidade mais densa, porém, com detalhes um tanto invariáveis para sua moldagem.

De tom em tom, foram aos poucos se encaixando as cores, sem ao menos terem colorido por complesto... e mais ainda, deixando uma parte em branco. Mas branco?

Como haveria de ter uma cor que não transmite nentralidade nem ao menos grandeza, mas, uma criança tendo a oportunidade para completar o restante. Ponderando sobre a figura e o expresso incompleto, teve ao saber que nenhuma figura realmente está incompleta, e sim caminha ao se completar, misturando cores que podemos formar uma tonalidade de acertos com sua circunstãncia, ás vezes não a enxergamos, entretanto, ela existe, mesmo em cores que ainda não sabemos distinguir....

Anônimo disse...

Você convida até os sem talentos a filosofarem sobre a vida.
As boa realidades de hoje são lembranças de sonhos de ontem.
Um abraço,
@m

Karina Maria disse...

Os sonhos nos mostram um futuro melhor, se soubermos acreditar e lutar por aquilo que acreditamos...

Mas... nem todos os sonhos são as melhores opções de vida! Cheguei a essa conclusão hoje, depois de muito refletir sobre a minha vida. Ela tomou rumos que eu não esperava e acabou me levando a "lugares" mais certos pra mim... Estou feliz por ter descoberto isso a tempo! :D

Bjus Tania!

João Maluquinho.O disse...

combinação perfeita de palavras e imagens
tinha que sr a tania!!!!!
to falando
um dia eu quero ter tanta criatividade

APaula Campos disse...

Tem um selo pra vcs lá no Fedor! Peguem!