domingo, 29 de junho de 2008

A Crise de Alimentos e o Biocombustivel


Olá,


Antes de mais nada gostaria de dizer que é uma grande satisfação estar publicando neste blog, espero que vocês gostem dos textos.


Muito se tem falado sobre a crise de alimentos. De forma geral os países desenvolvidos e principalmente o “chefão do mundo”, pois é assim que ele se acha, acusam o Brasil como sendo um dos grandes responsáveis pela falta de alimento no mundo. Eles argumentam que em vez de o Brasil produzir grãos, o país utiliza suas áreas agricultáveis para cana-de-açúcar, isso é intolerável. Sem dizer que é pratica comum nos EUA pagar fazendeiros ricos para que não produzam em suas terras o que diminuí a oferta mundial de alimento


São tantas as inverdades ditas, ou melhor, "mal-ditas". Primeiramente, o Brasil fabrica o etanol através da cana e o EUA (chefão do mundo) pelo milho. Agora me diga colega o quê você usa como alimento?!. Você almoça um arroz, feijão, bife e um milho cozido ou arroz, feijão e cana-de-açúcar? Particularmente, eu almoço a primeira opção.


Ainda digo mais meus colegas, o Brasil utiliza menos de 2% das terras aráveis para a cana destinada ao etanol, e o chefão lá de cima nos últimos 10 anos a porcentagem de milho plantado para a produção de etanol subiu de 5% para 25%. É uma hipocrisia acusar o Brasil pelo o quê esta acontecendo, nós não temos responsabilidade sobre o aumento do consumo de alimentos nos países da Ásia, na China, na Índia e outros.


Podemos apontar como culpados para a crise mundial de alimentos o aumento dos fertilizantes que teve um aumento de 100% comparado ao ano passado, o aumento de petróleo - esqueceu como as maquinas são movidas? -. O mundo cresceu, a renda subiu, com isso aumentou o consumo de alimentos, é até meio óbvio.


A falta de alimento provocou explosão de violência nas ruas do Haiti, Camarões, Egito, indonésia. Entre outros. O povo com fome perde a noção, fica “doido”.


No entanto, de modo geral, acredito que isso não passa de inveja e medo, pois a maioria dos países não consegue produzir o biocombustivel com a tecnologia e com a qualidade com que o Brasil consegue, e o medo está em que o Brasil - um país emergente que na realidade é subdesenvolvido, pois desde que quando eu nasci o Brasil está emergindo e ate agora nada.- Se torne o novo “chefão do mundo”.


Enfim, surgi certo medo de o Brasil dominar o mercado mundial de combustível, haja vista que com toda a discussão sobre o aquecimento global (em breve estarei escrevendo sobre isso) o petróleo estará gradativamente sendo substituídos por fontes de energia menos poluentes, e como sabemos que o etanol polui menos, o mundo estaria de certa forma nas mãos do Brasil.


Agora imagine todo um planeta sendo dependente de um país subdesenvolvido, para os países desenvolvidos isso não seria nada confortável... É, Já dizia um velho amigo: O medo mora perto da verdade! – Verdades Inconvenientes -... Mas isso é assunto para outro post...


Por: Pedro Junior

31 comentários:

Giovana disse...

Esse é um assunto sempre bastante delicado e nunca com um único culpado e um único ponto de vista. Mas também acho que, dessa vez, a culpa não é do Brasil não, pelo menos não nesse sentido. A questão da terra aqui envolve muita sujeira, mas acho que essa não é uma delas.

Mas, a respeito das sugestões de almoço, tem MUITA GENTE que curte um "arroz, feijão e CANA"! :o)

NerdMan disse...

esse assunto pode ser melhor exploradfo

Breno disse...

Um outro fator que contribui muito para a falta de alimentos é o disperdicio, muita coisa util é jogada fora! Somos os culpados pela crise de alimentos e o EUA é o culpado pela guerra, pelo aquecimento global, pela hipocrisia, pela pobreza, pela desigualdade, pelo preconceito, pela fome, pela poluiçao.................................................

Sammyra Santana disse...

Ahhh assuntos como esse devem ser explorados sempre!
pode crer!

Jefferson disse...

assunto pra longas discussões, principalmente dos "engravatados do ar condicionado"....

DuDu Magalhães disse...

A crise de alimentos é um dos problemas do século XXI, bem como a 'ignorância' e a hipocrísia dos norte ameticanos. Acho que, o Brasil é o país do futuro, sem duvidas em breve estaremos no controle...

que dizer, se o Lula não 'comer' a CANA!

xD~~

Dantas. disse...

gosto do teor Anarquista do seu blog.eh ótimo para criar rodas de discursão.valeu!
:)

Cisco disse...

O que falta ao Brasil é um Presidente de pulso, que não se curve a essas acusações, e que reconheça, que uma crise entre esses dois paises, seria prejudicial para o brasil, mas também muito prejudicial para os EUA, e faça com que eles vejam isso também.

Infelizmente um país que é puxado por um jumento não se pode esperar uma reação melhor.

'Ewertoon disse...

É o grande problema, eles se preocupam em invadir outros países com pretextos falsos, com medo de perder toda a sua hegemonia, enquanto nós levamos o pato. Não que o Brasil não tenha parcela de culpa, assim como todos os países produtores de biocombustíveis têm, talvez se equilibrassem a produção de alimentos com a de biocombustíveis, a crise seria contida.
Aliás, existem alguns livros que defendem que o Brasil se tornará uma potência em um futuro próximo. Experimente ler O Relatório da Cia: Como será o mundo em 2020, é um pouco cansativo e repetitivo, mas achei um livro bom, fala sobre isso!

dbaskt disse...

Não tem falta de alimento. Tem falta de distribuição igual dos alimentos.

abraço!

Dário Souza disse...

Esse post foi gigante.

O brasil nao tem culpa da fome no mundo,o biocombustivel produzido aki eh feito com a cana de açucar que nao oculpa tanto espaço,outros países europeus e os estados unidos utilizam milho que acaba por pégar um espaço maior que o plantio da cana.

Running Brazil ( Billy ) disse...

Seja bem vindo Pedro...
A questão é que o Brasil tem total condição de produzir e aumentar a produção de bio mas a má distruibuição de terra leva a questão de q deixaremos de produzir alimentos em pról do bio..o que é um erro.

bertonie-JVinee disse...

dudu magalhaes e breno disseram tudo.
Além do desperdício de alimentos, há ainda a ignorância dos norte-americanos que se acham superiores dos outros só por serem a maior potência mundial!!
abraços
xD

amandaedalete disse...

Putz:! bom assunto esse.
Pois tem lados bem criticos...
Gostei

Sandro Serikawa Soares disse...

fico legal
seu blog
visita o meu
http://sandrossoares89.blogspot.com/

Sombra, o Homem disse...

se o mundo produz 5x mais alimentos do q o q teoricamente seria necessário para alimentar todos...
pq o biocombustivel é culpado?!
realmente um assunto sem lógica, q é necessário ser discutido!!!


www.tirashd.blogspot.com
www.1irmao.blogspot.com

Lucas Soares disse...

É o mesmo caso da poluição.
Em que eles são os que mais poluem e ainda procuram culpar os países subdesenvolvidos.
Alimentos para todos existe, eles só estão mal distribuídos (Teoria reformista).

Reporter x disse...

acho esse assunto uma sacanagem!

Fernanda Fernandes Fontes disse...

Arg!, os Estados Unidos... e os subsídios que eles dão aos seus agricultores, isso eles não gostam de falar, não é msm!

A questão da falta de alimento, ou da má distribuição dele, é muito complexa.

Obrigada pela visita ao meu blog! Volte outras vezes!

Parmitaum disse...

PODE SER QUE O BRASIL TENHA INTERFERIDO SIM NA PRODUÇAO, MAIS DE FORMA QUASE INSIGNIFICANTE. AS TERRAS ONDE SE PLANTAM CANA NAUM DA PRA CULTIVA UMA COISA MUITO DIFERENTE DISSO.
É OBVIO QUE OS DEMAIS GOVERNOS NAUM QUEREM QUE A QUESTAO DO BIOCOMBUSTIVEL E DO ETANAL SIGA EM FRENTE ENQUANTO HOUVER A PATENTE DO PRODUTO BTASILEIRO, POR ISSO EXISTE TAMANHA RESISTENCIA PELAS PESQUISAS BRASILEIRAS. MAIS PAISES COMO A FRANÇA JA CRIARAM ESSA CONSCIENCIA E ESTAO APOIANDO O GOVERNO TUPINIQUIM...

caio arroyo disse...

O mundo todo tem culpa, jogar em um país é facil demais, todos estão errando nao so nessa questão, mas em pboelams com o meio ambiente e tantos outros, que todo mundo fala, mas quem deveria fazer algo nao faz nada

Tania Montandon disse...

entre tantos culpados, ricos acusadores e pobres acusados, vai aí mais pra completar o quadro senao tragico, comico com certeza tragica: kd a honestidade na hora de negociar os subsidios da agricultura nos países ricos? Algum dia eles cederam? Não, nem pretendem, essa é a realidade, fazer o q?

bjinhos!!

João Áquila Lima dos Santos disse...

é o medo companheiro

Blogueiro - Leandro R. disse...

Um Blog informativo,racional e verdadeiro. Dados e Argumentos são essenciais para um blog de notícia, e nisso você está de parabéns.

O Layout tá bem leve, isso é ótimo, mas invista um pouco no Template e estará excelente.

Gostaria da sua Aparição no IBlog


http://iblogworld.blogspot.com/
http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=57401189

Contamos com a sua Presença!

Antonoly disse...

Gostei muito do assunto do post, bem escrito e reflexivo.

www.mundoconectado.wordpress.com

K∂riиє* disse...

Estou longe econfesso que meio por fora,o que escuto muito por aqui eh a briga com o brasil pela exportacao de carne o que nao deixa de colaborar coma imagem que o pessoal de fora tem do Brasil,imagem errada por sinal,como a maioria.

beijoca

*Brisa disse...

gostei do texto,muito bom!!

=**

www.ideias-loucas.bogspot.com

Lucas D. M. 12 disse...

é mano. esse é um assunto que vai longe. mas jogando confetes no Brasil, realmente se tratando de combustível, o Brasil é alto suficiente, com a tecnologia de etanol que temos experiência a mais de 20. se caso hoje houvesse uma crise mais do que ferrada no petróleo. estaríamos de boa. lógico que estou generalizando. se realmente causasse crise ferrada no petróleo. de certa forma isso abalaria um pouco nossa economia, mas não sentiríamos tanto quanto outros países.
um abração mano.

Sandro Serikawa Soares disse...

de nada
parceria?
coloca meu banner ai
q eu vo coloca o seu no meu blog

Marcos disse...

Prof. Marcos

Assunto bem polêmico e atual, muita boa abordagem. Porem nos últimos dias tenho pensado, ate que ponto vale a pena sairmos em defesa do bicombustível. Defender empresários arrogantes brasileiros? Ou usineiros prepotentes que não pensam no país como TODO? Vivemos momento d crise, e a elite brasileira aproveita para sugar um pouco mais do povo, sem pena , sem do! Abraco

www.geomundi.org

Ivan disse...

Não existe falata de alimentos e sim um aumento dos custos dos alimentos influenciados pelo preço do petróleo esse sim que vai para U$ 200,00 , o produtor sempre paga o pato pois não tem lucro nenhum todo o aumento do preço dos produtos é absorvido pelas empresa de fertilizantes e defensivos agricolas, até quando acham que o produtor vai conseguir vender comida barata para sustentar a pobreza?