terça-feira, 15 de abril de 2008

Confissão

Tinha que ser com você
Só podia ser pra você
O amor que cá guardo, em meu peito

Não haveria de ser de outro
Aquele desejo reprimido
Os suspiros contidos
E os lacerantes rompantes

Pois nenhum outro
Tem o brilho do seu olhar
Tampouco sua pele suave
A me arrepiar

Só podia ser por você
Os desejos de outrora

Hoje?
Desejos realizados
Coração aliviado
E uma alma que já não vive mais sem VOCÊ...



Por: Karina Maria

23 comentários:

Marcos Costa Melo disse...

Parece uma poesia dedicada a amor recém conquistado. Acertei?

abs

Cleverton Aires disse...

nota 10 p seu blog, abraços!
:)

Andrea Savoia disse...

Simples e bonito.
Gostei do seu blog.

Visite o meu...
http://andreavsavoia.blogspot.com/
bjs

O Fênix disse...

bela poesia e belo blog

ah brigado pela visita, volte sempre

http://terradafenix.blogspot.com/

onde você pode descansar sua massa cinzenta

DuDu Magalhães disse...

Senti uma grande necessidade de confessar umas coisas ai que foi escrita no dia (L)02/11/2007(L)

Karina...

Karina é o tipo de menina pela qual eu não teria a ousadia de me apaixonar.

Mesmo eu sendo assim, já tão acostumado a quase nunca ser correspondido em meus amores e paixões...

Não, ela não.
Com ela não há esperança...

Ela é bonita demais, inteligente demais. Muito mais do que todas as outras. É demais para mim...

Ela deve conhecer vários caras muito mais interessantes do que eu...

E mesmo esses caras não devem ter a menor chance com ela.

Tarde demais...
Agora já era.

Ela não sai da minha cabeça...


PS: Quem sabe eu me confesse mais vezes... Te Amo vida!

Torzin disse...

legal!!!

Renata Banhares disse...

Confissão??

hum...

e as Penitências??

Uriel Gonçalves disse...

báá... to abismado aqui...
de queixo caído...
mtu afudê tua poesia, linda,com sentimento... tu escreve bem, ou tem uma criatividade pacas de boa, ou as duas coisas :p

parabéns... aé e seu blog tbm tah show de bola ;)
se quiser da uma passadinha no meu lah...

http://jornalosturiel.blogspot.com

Priscilla Jequitibá disse...

nossa! que lindo!!!
adorei sua poesia
sobre a minha, nunca estudei poesia, nao sei como seriam poesias alemãs, nao foi intencional
obrigado pela visita e pelos elogios
bejux :D

Wander Veroni disse...

Lembrei da música da Elis...é só tinha q ser com vc...hehehe

Abraço,

=]

João Maluquinho.O disse...

do jeito q ta indo
eu só quero saber se to convidado pro casamento
brincadeirinha
mais uma vez karina arebentou
arrasou com agente dudu
rererere

Lucas disse...

Que apaixonante.


Ulálá.



http://www.o-banheiro.blogspot.com/

Lobo disse...

é tah maravilhosamente boazinha, eu tbm nao goxto muito de poesia entao nao posso dizer muita coisa :D

Nanda Tenório disse...

=] =]

Que poeminha gostoso de ler...
Principalmente, pra quem foi direcionado, ñ é?

Tb tenho um no meu blog. Mas já totalmente contrário ao seu. =)

Se quiser, passa lá depois.

Bruna disse...

Existe algo melhor do que um amor realizado?
E parece que a demora, as lágrimas derramadas, a saudades servem somente para aumentar o amor
e a cada problema enfrentado sentimos mais desejo de estar ao lado da pessoa amada.

Veiga disse...

lindo!

gostei,

bjo.

Anderson Petroni disse...

Gostei da parte do "tampouco". Essa palavra me agrada. Lembro sempre de "tão pouco", semelheanças e pequenezas poéticas. Mas acho q ainda está mais para declaração do q para confissão. Não faz sentido punir esse tipo de coisa...

Arthurius Maximus disse...

Belo poema. Emoção pura.

Tom disse...

Não existe nada melhor na vida do que ter os desejos realizados né?
Ótimo post!

www.indicacao.wordpress.com

APaula Campos disse...

Vc escreve muito bem!! É sempre bom falar de amor.

APaula

http://ofedor.blogspot.com

Borba disse...

=) Linda poesia, bem romântica!
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Beijo grande.

Esfinge disse...

A idéia de dedicação amorosa é algo que sempre funciona quando existe sinceridade, não dá pra falar de amor sem sentir, sem estar apaixonado.

Parabéns Karina, aliás, além de escrever muito bem conquistou o coração de Dudu kkkkk


Continue escrevendo,gostei dos teus versos e que o amor continue te inspirando poesias assim


Abraços!

Rafael Duarte disse...

Parece uma poesia dedicada a amor recém conquistado. Acertei?[
2]